NEURALGIA DO TRIGÊMEO

O que é

Embora não fatal, a Neuralgia do Trigêmeo (NT) está entre as mais dolorosas e incapacitantes de todas as condições médicas. Apesar do terrível sintoma de dor facial lancinante e semelhante a um choque, a Neuralgia do Trigêmeo pode ser totalmente tratável. No entanto, a doença deve ser cuidadosamente diferenciada da multiplicidade de outras causas de dor facial, e o protocolo de tratamento correto deve ser aplicado de caso a caso. Estima-se que 1 em cada 15.000 pessoas sofra de NT, embora o número real possa ser significativamente maior devido a diagnósticos errôneos freqüentes. Na maioria dos casos, os sintomas da Neuralgia do Trigêmeo começam a aparecer após os 50 anos de idade, embora existam exceções. É mais comum em mulheres que em homens.

SINTOMAS

Embora não fatal, a neuralgia do trigêmeo (NT) está entre as mais dolorosas e incapacitantes de todas as condições médicas. Apesar do terrível sintoma de dor facial lancinante e semelhante a um choque, a neuralgia do trigêmeo pode ser totalmente tratável. No entanto, a doença deve ser cuidadosamente diferenciada da multiplicidade de outras causas de dor facial, e o protocolo de tratamento correto deve ser aplicado de caso a caso. Estima-se que 1 em cada 15.000 pessoas sofra de neuralgia do trigêmeo, embora o número real possa ser significativamente maior devido a diagnosticos errôneos freqüentes. Na maioria dos casos, os sintomas da neuralgia do trigêmeo (NT) começam a aparecer após os 50 anos de idade, embora existam exceções. É mais comum em mulheres que em homens.

Causas

Pode ser causada por um vaso sangüíneo (artéria e/ou veia) pressionando o nervo ou por desmielinização em pacientes com esclerose múltipla. Em alguns pacientes, com frequência muito pequena, nenhuma causa pode ser encontrada.

DIAGNÓSTICO

Ressonância magnética é o melhor exame para investigar o conflito vascular com o nervo ou para afastar outros diagnósticos, tais como esclerose múltipla.

OPÇÕES DE TRATAMENTO

smartphone-1

TRATAMENTO MEDICAMENTOSO

O tratamento de primeira escolha em todos os pacientes com neuralgia do trigêmeo é medicamentoso. Os opióides e os medicamentos antiinflamatórios não-esteróides são ineficazes contra a dor neuropática, por esta razão são empregados medicamentos anticonvulsivantes. A droga mais comumente eficaz é a carbamazepina (Tegretol), mas outras opções podem incluir oxcarbazepina (Trileptal), fenitoína (Hidantal), gabapentina (Neurontin), pregabalina (Lyrica), e baclofeno (Lioresal). Enquanto alguns pacientes se adaptam ao tratamento medicamentoso que trazem controle satisfatório dos sintomas, em outros a dor torna-se refratária à medicação ou requer doses crescentes de medicação ao longo do tempo. Eventualmente, os efeitos colaterais da medicação, como a letargia e reação alérgica, podem se tornar intoleráveis, nesses caso é indicado o procedimento cirúrgico.

descompressão microvascular

TRATAMENTOS CIRÚRGICOS

DESCOMPRESSÃO MICROVASCULAR

A descompressão microvascular é uma cirurgia que trata diretamente a causa da neuralgia do trigêmeo, movendo quaisquer vasos sanguíneos (artéria e/ou veia) que esteja comprimindo o nervo trigêmeo. Por ser o único tratamento que aborda a causa direta da neuralgia do trigêmeo, apresenta o menor risco de efeitos colaterais, como alteração de sensibilidade no trigêmeo e a menor taxa de recorrência anual (<1% ao ano).

Microcompressão Percutânea com Balão

TRATAMENTOS ABLATIVOS

MICROCOMPRESSÃO PERCUTÂNEA COM BALÃO (FOGARTY4)

As indicações para Microcompressão Percutânea com Balão são em caso de urgência em que o paciente não consegue se alimentar e nem ingerir líquido. Esse procedimento consiste em anestesia local e sedação, punção do forâme oval (V3), locação do Fogarty 4 no Gânglio de Gasser por 60 segundos, o qual adquire a forma de pêra ou feijão evidenciado pela radioscopia devido ao uso de contraste hidrossolúvel e visível ao Raio X. Como controle fisiológico o paciente apresenta bradicardia no transoperatório. É feita a retirada do cateter de Fogarty, o paciente é acordado e é verificada a diminuição de sensibilidade (hipoestesia) em toda a hemiface, comprovando a eficácia do procedimento.

TRATAMENTOS ABLATIVOS

GAMMA KNIFE PERFEXION®

E a radiocirurgia por Gamma Knife é indicada em casos em que o paciente não está em crise aguda com fortes dores dando tempo para o planejamento cirúrgico e liberação do procedimento. A radiocirurgia estereotáxica (Gamma Knife®) usa radiação para lesionar seletivamente o nervo, sem alteração de sensibilidade.

rizotomia

TRATAMENTOS ABLATIVOS

RIZOTOMIA PERCUTÂNEA POR RADIOFREQUÊNCIA

Esse procedimento é indicado mais raramente; principalmente em casos de neoplasia. Esse procedimento é realizado com anestesia local e sedação. Logo após é feita a punção do forâme oval (V3) e localização da raíz nervosa (V2 ou V3) com a ajuda do paciente. Faz-se então a termocoagulação da raíz nervosa com radiofrequência.

Marque uma consulta

Agende uma consulta com um especialista em Neuralgia do Trigêmeo do Instituto de Neurologia de Curitiba.
Dr. Ricardo Ramina - CRM PR 4735
Dr. Sonival Cândido Hunhevicz - CRM PR 8890
Dr. Daniel Benzecry - CRM PR 15845